18 de ago de 2009

Como crescer como bailarina

* Seja responsável. Só falte às aulas em casos de extrema necessidade.

* Procure fazer aulas diárias. Com elas o progresso é mais rápido e os músculos ficam mais ativos. É muito ruim chegar 'dura' para a aula, e praticando diariamente isso deixa de ocorrer.

* Aceite seus erros. Não discuta com o professor, pois ele vê o que você está fazendo e sabe se está certo ou errado. Há muitas coisas que fazemos e não sentimos que é errado, e o professor só quer nosso bem. Não implique com ele.

* Se no meio da aula o proefssor corrigir alguém, preste atenção e verifique se você também está fazendo o que ele pede. Como já disse, às vezes não sentimos nossos erros, e o professor não tem visão 360º, wnrão antes que ele implique com você, se corrija.

* Fique atenta a todas as informações que seu professor irá dizer. Abra bem o ouvido e questione tudo. Acrescente alguma informação que você saiba ao debate, e sempre preste atenção nas informações que você acha que já sabe, pois o ballet está sendo sempre atualizado, e você pode ficar ultrapassada.

* Se supere. Ultrapasse seus limites. Não fique parada no mesmo ponto em que parou no dia anterior.

(Lembre-se: O suor é a melhor recompensa que você pode receber após uma aula bem feita.)

* Estabeleça metas e se esforce para alcançá-las. Ao final do ano verá se conseguiu e se valeu a pena ou não. E com certeza valerá.

* Nunca pare de tentar executar um passo, mesmo que você canse, desanime ou chore. O sofrimento é necessário. E a conquista de algo após sofrer muito é mil vezes mais recompensador que se você tivesse muita facilidade para executá-lo. E pode ter certeza, se você continuar trabalhando bastante, nunca mais irá deixar de fazê-lo.

(Lembre-se: No ballet não existem os termos "não consigo", "não posso" ou "é impossível". Apague-os de sua memória. Uma bailarina nunca deve pensar nisso.)

* Não desanime se no espetáculo que seu grupo irá apresentar você não pegar o papel que achava que devia. Talvez algo de errado tem ocorrido na hora da definição dos papéis, ou seja você que ainda não está preparada. E por experiência própria posso dizer que dançar sem estar preparada é muito ruim, e não é uma experiência boa (embora aprender com os erros seja fundamental). Você deve estar preparada tanto fisicamente como psicologicamente e emocionalmente.

* Seja humilde. Não se sobreponha a suas colegas por conseguir fazer algo que elas não fazem ou porque seu papel é mais importante que o delas. Você vai virar a "chata", e talvez se desestimule bastante para dançar quando as pessoas começarem a se afastar de você.

* No mais, nunca esqueça que está na luta para se tornar uma bailarina! O mais importante é fazer tudo com prazer, com amor, pois tudo feito com amor se torna melhor.

Artigo retirado de: Amanda Bezerra

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails